Economia Circular: Essa moda tem que pegar!

March 14, 2016

Extrair → Produzir → Consumir → Descartar

 

Parece claro que o sistema linear de produção como conhecemos hoje está fadado a exaustão nos próximos anos, seja por esgotamento das matérias-primas não renováveis ou por incapacidade de administrar o volume de resíduos gerados.

 

Sendo assim, vem ganhando força, nos principais fóruns de discussão, o conceito de Economia Circular, baseado, principalmente, na premissa de retroalimentação infinita do sistema de produção.

 

De acordo com este novo conceito, os resíduos deixam de ser tratados como problema e passam a compor o ciclo novamente, sendo decompostos e reutilizados ou re-manufaturados.

 

Não se trata apenas da aplicação dos conceitos de reciclagem ou de reutilizaçãocomo temos assistido em campanhas e mutirões pró meio ambiente desde a ECO92. A Economia Circular aborda conceitos mais profundos e busca de modificar nossa forma de consumir produtos e serviços em um futuro próximo. Abaixo uma breve apresentação dos princípios fundamentais deste novo pensamento:

  • Waste is Food: Lixo é alimento. Baseia-se no princípio da cadeia alimentar animal, onde nada se perde. Tanto animais como plantas e seus dejetos servem de alimento ao ecossistema no qual estão inseridos. Este fundamento esclarece que lixo não existe. Componentes Biológicos podem ser apenas decompostos e reinseridos na cadeia, enquanto Componentes Técnicos precisam ser desmontados, transformados e reaplicados em novos usos.

  •  Resilience by Diversity: Resiliência pela Diversidade. Baseia-se no princípio de que o equilíbrio um ecossistema está diretamente relacionado a sua diversidade. Da mesma forma, na Economia Circular produtos e serviços devem abranger escalas diferentes, ser desenhados para durar mais, sofrer upgrades sucessivos e poder alimentar outras cadeias de produção.

  •  Renewable Sources of Energy: Fontes renováveis de energia. Devem compor a maior parte da matriz energética.

  •  Systems Thinking: Pensamento sistêmico. Consiste em manter uma visão holística dos processos. Pode ser resumido como a habilidade de entender como um ato simples pode influenciar o todo.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

Está na hora de colocarmos em prática ações voltadas para o bem de nosso ecosistema. 
A Clean e a Padrão apoiam essa ideia. E você?

 

 

Fonte: http://br.blastingnews.com/

 

 

 

 

Please reload