O Brasil que ainda está no século 19

November 22, 2016

Em mais de 40% das cidades do país, a internet já chegou aos celulares, mas não existe rede de esgoto - um atraso de um século e meio.
 

Não são poucos os lugares no Brasil onde o século 19 não acabou – ainda que coexista com a era dos smartphones. Ao menos 2.409 cidades, o que representa 43,2% dos municípios, já tem sinal de internet 3G, mas ainda não possuem rede de esgoto. A falta de saneamento, porém, passou longe das campanhas eleitorais neste ano. E o saneamento é atribuição fundamentalmente das cidades, segundo a lei 11.445/2007.

 

A comparação não é exagerada. A definição do que é saneamento adequado varia de acordo com o tempo e a tecnologia. Hoje, dos mais de 200 milhões de brasileiros, apenas quatro a cada dez têm acesso ao mais básico padrão, a coleta de esgoto em redes.

 

Isso acontece porque houve uma rápida migração de pessoas das zonas rurais para as zonas urbanas do país. Tão rápida que não houve tempo para criar sistemas de saneamento adequados.  

 

Não é só em favelas e grotões que isso ocorre. Pense em locais turísticos. A Baía de Guanabara recebe 18 mil litros de esgotos por segundo. E Ilhabela, ponto nobre do litoral de São Paulo? Só coletava 28% de esgoto em 2014. Paraty (RJ), a terra da festa literária mais badalada do brasil? Zero. Em santa catarina apenas 17% dos habitantes tem esgoto coletado em rede.

 

Quase 3 mil municípios brasileiros não tem rede de esgoto. Veja o gráfico abaixo:

 

 

Já em vários pontos do Brasil, especialmente no Norte, o problema é extremamente atual. Ateé mesmo as capitais, como Porto Velho (RO), Belém (PA) e Macapá (AP), possuem indicadores vergonhosos, algumas delas com quase 0% de coleta e tratamento dos esgotos.

 

Fontes: http://revistagalileu.globo.com/Cultura/noticia/2016/10/o-brasil-que-esta-no-seculo-19.html

 

Please reload