Empresas aderem à entrega por bicicleta

January 17, 2018

Modelo de transporte é mais barato, mais silencioso, mais ecológico e mais rápido em horários de trânsito intenso.

Crédito: Courrieros presta serviços de entrega com bicicletas

 

A entrega com bicicleta é uma forma de contribuir para a redução de emissão de gases poluentes, elas surgem como opção aos carros e, principalmente, às motos para entregas urbanas.

 

Porém, além da busca pela sustentabilidade, empresas e consumidores buscam também economia e a bicicleta é o veículo de transporte mais econômico.

 

Segundo as estatísticas do e-commerce o frete grátis é o segundo fator (depois de “confiança na loja”) a influenciar a decisão de compra dos e-consumidores. Assim, para diminuir os custos da logística e-commerce e vencer a concorrência, as empresas têm desenvolvido novas ideias para transporte mais barato, como a bicicleta. O serviço é ágil, menos poluente e custa 30% menos que motocicletas.

No Brasil temos algumas marcas que já usam este serviço há algum tempo, como a Reserva, Wöllner, TNT Express, Cantão, Netshoes, Sorvete Itália e a revista “The Economist”.

 

Seguindo tendência já consolidada na Europa e nos EUA, cresce a busca por esse serviço que cobra em média 30% a menos pelas entregas que o moto frete.

 

No caso da Wöllner, nas áreas do Rio onde o serviço está disponível, as entregas das vendas on-line são feitas de bicicleta:

— Fazemos isso há pelo menos seis anos. Nossos clientes recebem um registro do quanto aquela entrega reduziu as emissões de CO2 na atmosfera — conta Lauro Wöllner, empresário, ciclista e triatleta.

 

Já as empresas que terceirizam o serviço de entrega dizem que a busca por couriers não é raro, geralmente são jovens e têm nível superior. Mas há profissionais de diversos perfis e idades. O salário mensal varia de R$ 1.000 a R$ 1.600, com seguros de saúde e de vida e bonificações. Cada biker recebe R$ 100 ou mais ao mês como taxa de locação da bicicleta pela empresa, para gastos com manutenção.

Please reload