Como a Gisele Bündchen pode inspirar sua empresa

May 16, 2018

A supermodelo conhecida internacionalmente, Gisele Bündchen, é de longe apenas um rostinho bonitinho. A brasileira tem demonstrado cada vez mais seu lado ativista e incentiva pessoas a se juntarem pelas causas socioambientais.

 

Apesar de já ter liderado diversos rankings variando de “modelo mais bem paga” e “modelo mais bonita do mundo”, Gisele também recebeu prêmios pelas suas lutas por causas sociais.

 

Em 2009 foi nomeada embaixadora da Boa Vontade pela ONU e virou garota propaganda da campanha Wild for Life, que visa combater o tráfico ilegal de animais selvagens.

 

Além de dar suporte a campanha I am African, num protesto contra a falta de atenção à situação das vítimas do HIV, ainda se uniu ao ex-vice presidente americano Al Gore para apoiar a campanha Energia Sustentável para Todos.

 

Hoje, uma das suas preocupações é proteger a Floresta Amazônica e seus recursos. Para isso, doa uma porcentagem dos lucros da venda da sua linha de sandálias Ipanema para projetos como Nascentes do Brasil, Y Ykatu Xingu, ISA e De Olho nos Mananciais.

 

Como forma de reconhecimento de suas iniciativas para a conscientização da preservação da Floresta Amazônica, Gisele ganhou no ano de 2017 o prêmio Eco Laureate Awards durante o Green Carpet Fashion Awards, evento que marcou o encerramento da Semana de Moda de Milão.

 

Primeira vencedora do prêmio criado para reconhecer a sustentabilidade dentro da moda. A modelo representou a causa também no look e passou pelo tapete verde feito de garrafas de plástico reciclado, usando um vestido longo com as costas nuas, feito de viscose de origem sustentável, oriunda de florestas certificadas da Suécia.

A modelo usou sua conta no Instagram para falar sobre a premiação e a causa ecológica. “O mundo precisa de pessoas e empresas que possam liderar o caminho para soluções mais sustentáveis. A indústria da moda tem o poder para liderar esse movimento, trazendo foco para os desafios ambientais, sociais e éticos em escala global”, escreveu. “Nossa vida depende da saúde do nosso planeta. Quando cuidamos da Terra, cuidamos de nós mesmos. Estamos todos conectados”, completou.

 

Uma verdadeira inspiração, tanto em suas palavras como em suas ações.

 

Este ano, 2018, aproveitou o Baile do MET Gala 2018 para falar mais uma vez sobre a causa participando do #GreenCarpetChalenge (desafio do tapete verde, em português), que propõe que estrelas usem peças sustentáveis em grandes eventos.

Adepta de moda eco-friendly, a modelo investiu num look Versace sustentável. O vestido feito 100% de seda orgânica, produzida sem materiais tóxicos. O zipper e o forro foram feitos de algodão orgânico e plástico reciclado e os metais são livres de nickel, corantes e elementos químicos. Tudo é certificado pela organização GOTS (Global Organic Textile Standard).

 

 

 

 

Please reload