Conheça as diferentes formas de Energia Renovável

July 19, 2018

O que você sabe sobre Energia Renovável e como este assunto está cada vez mais ganhando força no Rio, no Brasil e no MUNDO?        

As Energias Renováveis são caracterizadas por não serem tão prejudiciais ao Meio Ambiente, como a energia de combustível fóssil, por exemplo, e ainda ajuda a diminuir a emissão de CO² na atmosfera (que podem acabar gerando créditos de carbono). 

 

Existem diversos tipos de energias renováveis, dentre elas algumas mais conhecidas como a hidrelétrica, eólica e solar, e outras que ainda estão se estabelecendo no mercado mundial, tal como, biomassa e geotérmica. Conheça melhor suas diferenças:

  • Hidrelétrica: O Brasil é o 2° país que mais gera este tipo de energia. As hidrelétricas aumentam a força da água e com isso faz com que essa força gire as turbinas e produza energia.

  • Eólica: Pode-se dizer que o Brasil é um dos principais países a possibilitar facilmente esse tipo de energia. Ela é produzida a partir do movimento das massas de ar (ventos), que são caracterizados pela utilização de cata-ventos, moinhos que produzem energia mecânica e turbinas eólicas (ou aero geradores) que produzem energia elétrica. Esse tipo de fonte energética é muito dependente do fluxo de vento.

  • Solar: é considerada a mais promissora de todas as energias alternativas e com isso é a que mais recebe investimentos, a captação da luz solar (da radiação do sol) ocorre através de placas fotovoltaica que a converte em elétrica ou térmica. Espera-se que até 2020 o preço dos equipamentos responsáveis por essas captação diminua cerca de 50%.

  •  Biomassa: Utiliza-se matéria orgânica, de origem vegetal ou animal, na produção desta energia. A biomassa é obtida através de uma variedade de recursos renováveis, como plantas, madeira, resíduos agrícolas, excrementos e até o lixo. Através de tecnologias específicas no uso da biomassa como a combustão e queima dos materiais, se obtém a energia térmica. Com o emprego de processos físico-químicos e bioquímicos se obtém os combustíveis líquidos e gasosos (como etanol, biodiesel e biogás) que são exemplos de biomassa.

  • Geotérmica: Esse tipo de energia só pode ser emitido em regiões propícias geologicamente a isso. Ela consiste basicamente na utilização da energia térmica do interior do planeta. Essa fonte de energia possui 2 maneiras de utilização: Diretamente, que consiste em utilizar apenas o calor gerado (sem usinas) e indiretamente, quando o calor é levado à usina e lá ocorre a conversão para eletricidade.

No Brasil, há um crescimento no investimento em energias renováveis nos últimos 10 anos. Em 2016, o país gerou cerca de 80% de toda a sua eletricidade graças a fontes renováveis (principalmente através das hidrelétricas e das fotovoltaicas).

 

O aumento da participação das energias renováveis no Brasil está fazendo com que aja um aumento nos investimentos. Em 2017, ocorreu a captação de 141 milhões de dólares (do BNDES e de um banco alemão), ainda no mesmo ano foram investidos cerca de 6 bilhões de dólares em energias renováveis.

 

No início deste ano (2018), o governo brasileiro aprovou a adesão do país a IRENA (Agência Internacional para as Energias Renováveis) da qual, outros 152 países fazem parte, isso coloca o país no centro da discussão internacional sobre a expansão das chamadas energias verdes.

 

Hoje, é possível analisar o poder de liderança do país nesse quesito. Por exemplo, no BRICS (composto por 5 países membros, Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) o Brasil lidera com folga a produção de energia renovável.

 

Existem empresas brasileiras que já aderiram às fontes renováveis, dentre elas estão a Faber Castell e Autometal, que utilizaram 100% de sua energia (em 2011) oriunda de fontes renováveis alternativas.

 

Fontes: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2018/01/22/internas_economia,654715/brasil-atrai-investimentos-e-e-torna-referencia-em-energias-renovaveis.shtml

Please reload